jueves, 22 de septiembre de 2022

II CONGRESSO IBEROAMERICANO NOS PROPOMOS!

 O II Congresso Ibero-americano Nós Propomos!: Geografia, Educação e Cidadania, foi realizado no período de 13 a 15 de julho de 2022 em Rio de Janeiro e com participação on-line desde outras localidades. Nos ficheiros adjuntos colocamos os resumos em português e castelhano, assim como o resultado do concurso de fotografia, onde participaram muitos alunos e alunas de diversas localidades de Brasil, Espanha e Portugal.


El segundo congreso ibero-americano Nós Propomos!: Geografía, Educación y Ciudadanía, tuvo lugar entre los días 13 y 15 de julio de 2022 en Río de Janeiro e con participación virtual (on-line). En los ficheros adjuntos colocamos los resúmenes en portugués y castellano, así como el resultado del concurso de fotografía, donde participaron muchos alumnos y alumnas de diversas localidades de Brasil, España y Portugal.



lunes, 19 de septiembre de 2022

LEITURAS COMPARTILHADAS (8)

“O ensino de geografia e o estudo do local: o “Projeto Nós Propomos!” no estado de São Paulo/Brasil”

A obra em E-book como desdobramento de minha dissertação de mestrado em Educação na FFCLRP/USP, orientada pela professora Doutora Andrea Coelho Lastória. A obra apresenta atualizações de quadros, mapas e referências bibliográficas quanto ao projeto Nós Propomos!. Destaco a minha participação no grupo Estudos da Localidade (ELO) e no grupo dos investigadores iberoamericanos em Educação geográfica (IIEG) como forma formação contínua profissional e pessoal para enriquecimento teórico metodológico.

Nesta obra partimos do pressuposto de que a educação geográfica deve desenvolver práticas propositivas que visem a reflexão sobre os problemas socioambientais, tanto em escala global quanto local, para possibilitar aos alunos o exercício de sua própria cidadania. Nesse sentido, a presente obra objetiva levantar e caracterizar práticas pedagógicas de Geografia de cinco professores participantes em um projeto de ensino que desenvolveu ações entre os anos de 2017 e 2019, nos municípios paulistas de Marília, Ibitinga, Serrana e Mococa. As ações estão vinculadas a um projeto mais amplo, de abrangência ibero-americana, originado em Portugal, desde 2011/2012, denominado “Nós Propomos! Cidadania e inovação na educação geográfica”.

As práticas pedagógicas colocam o aluno como agente protagonista em sua realidade local, ideia que vai ao encontro de uma Educação que valoriza o estudo da localidade e do cotidiano na Geografia. O projeto promove o estudo do meio, entendido como uma estratégia de ensino interdisciplinar, realizada por meio do trabalho de campo, com o propósito de despertar o olhar crítico-reflexivo dos participantes sobre o espaço geográfico.

As ações envolvem investigação e proposição de soluções para problemas locais aos alunos participantes, como agentes ativos da cidadania. A investigação, de cunho qualitativo, coletou dados por meio de revisão bibliográfica da temática sobre educação geográfica e sobre o próprio projeto. Além disso, entrevistou cinco professores participantes buscando responder a seguinte questão: como se configuram as práticas pedagógicas de Geografia vinculadas ao projeto, no estado de São Paulo? Os resultados explicitam formas particulares e próprias de desenvolvimento das práticas pedagógicas pelos professores, dentro de suas realidades locais e dos limites possibilitados pelas escolas.

Consideramos que existem limites e avanços nas três categorias de análise da investigação, a saber: o projeto e a formação cidadã, a relevância da saída da sala de aula e as contribuições do projeto para os professores e para os alunos. Neste cenário, os professores promoveram práticas pedagógicas voltadas à autonomia e a solidariedade, com atitudes coletivas e cidadãs e com perspectivas para um ensino de Geografia, em direção a uma Educação crítica e propositiva.

LIVRO – livre acesso em: https://www.atenaeditora.com.br/catalogo/ebook/o-ensino-de-geografia-e-o-estudo-do-local-o-projeto-nos-propomos-no-estado-de-sao-paulo-brasil

 

“O ensino de geografia e o estudo do local: o “Projeto Nós Propomos!” no estado de São Paulo/Brasil”

 

          El libro electrónico funciona como una rama de mi tesis de maestría en Educación en la FFCLRP/USP, supervisada por el profesor Andrea Coelho Lastória. El trabajo presenta actualizaciones de tablas, mapas y referencias bibliográficas sobre el proyecto Nós Propomos!. Me gustaría destacar mi participación en el grupo de Estudios de Localidad (ELO) y en el grupo de investigadores Iberoamericanos en Educación Geográfica (IIEG) como una forma de formación profesional y personal continua para el enriquecimiento teórico y metodológico.

               En este trabajo, partimos del supuesto de que la educación geográfica debe desarrollar prácticas propositivas dirigidas a reflexionar sobre problemas socioambientales, tanto a escala global como local, para que los estudiantes puedan ejercer su propia ciudadanía. En ese sentido, el presente trabajo tiene como objetivo relevar y caracterizar las prácticas pedagógicas de Geografía de cinco docentes participantes de un proyecto de enseñanza que desarrolló acciones entre 2017 y 2019, en los municipios paulistas de Marília, Ibitinga, Serrana y Mococa. Las acciones están vinculadas a un proyecto más amplio, de alcance iberoamericano, originado en Portugal, desde 2011/2012, denominado “¡Nosotros Proponemos! Ciudadanía e innovación en la educación geográfica”.
               Las prácticas pedagógicas sitúan al estudiante como agente protagónico en su realidad local, idea que va en la línea de una Educación que valora el estudio de la localidad y la cotidianidad en Geografía. El proyecto promueve el estudio del medio ambiente, entendido como una estrategia didáctica interdisciplinaria, realizada a través del trabajo de campo, con el propósito de despertar la mirada crítico-reflexiva de los participantes sobre el espacio geográfico.
               Las acciones involucran investigar y proponer soluciones a problemas locales a los estudiantes participantes, como agentes activos de la ciudadanía. La investigación, de carácter cualitativo, recopiló datos a través de una revisión bibliográfica sobre el tema de la educación geográfica y sobre el propio proyecto. Además, cinco docentes participantes fueron entrevistados, buscando responder a la siguiente pregunta: ¿cómo se configuran las prácticas pedagógicas de Geografía al proyecto en el estado de São Paulo? Los resultados muestran formas particulares y específicas de desarrollar prácticas pedagógicas por parte de los docentes, dentro de sus realidades locales y los límites posibilitados por las escuelas.
               Consideramos que existen límites y avances en las tres categorías de análisis de la investigación, a saber: el proyecto y la educación ciudadana, la pertinencia de salir del aula y los aportes del proyecto a docentes y estudiantes. En ese escenario, los docentes promovieron prácticas pedagógicas orientadas a la autonomía y la solidaridad, con actitudes colectivas y ciudadanas y con perspectivas para la enseñanza de la Geografía, hacia una educación crítica y propositiva.
 
RESERVAR – acceso gratuito en: https://www.atenaeditora.com.br/catalogo/ebook/o-ensino-de-geografia-e-o-estudo-do-local-o-projeto-nos-propomos-no-estado-de-sao-paulo-brasil
 

 

LEITURAS COMPARTILHADAS (7)

“EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA E FORMAÇÃO CIDADÃ: o Projeto Nós Propomos! no Distrito Federal/Brasil”

Autor: Hugo de Carvalho Sobrinho

Esta tese faz parte dos estudos brasileiros sobre as ações e atividades da Rede Iberoamericana do Projeto Nós Propomos! realizada no Distrito Federal/Brasil, orientada pela professora Dr. Cristina Maria Costa. A tese defende a ideia de que: as práticas pedagógicas em Geografia, implementadas pelo Projeto Nós Propomos! no Distrito Federal, constroem, fortalecem e (re) significam a cidadania dos estudantes.

Assim, em busca dessa defesa e da superação de práticas tradicional no contexto do Ensino de Geografia é que o Projeto Nós Propomos!, objeto de estudo da tese foi pensado e sistematizado. Seu objetivo é promover uma efetiva cidadania territorial local, em uma perspectiva de governança e de sustentabilidade que promova a relação entre universidade, escola e comunidade. O objetivo foi analisar as práticas pedagógicas em Geografia na construção e/ou fortalecimento da cidadania, por meio do Projeto Nós Propomos!, no Distrito Federal.

As reflexões teóricas apontaram a dinamicidade contemporânea e as possibilidades de se pensar o mundo e o lugar por meio da Educação Geográfica, sendo a formação para a cidadania sua centralidade. Os resultados obtidos assinalaram, ainda, que os professores da Educação Básica que executam o Projeto se relacionam, no exercício de suas atividades pedagógicas, com a universidade em seus processos de formação continuada. Foi detectado que Projeto contribui para a superação do distanciamento entre universidade-escola-comunidade. No contexto das análises das atividades realizadas pelos estudantes, notou-se criticidade, autonomia e protagonismo ao construírem/fortalecerem perspectivas da cidadania ativa.

Nesse sentido, é preciso evidenciar que a apresentação e análise do Projeto, no contexto espacial do Distrito Federal, contribui para que outros projetos e atividades contemplem a autonomia, a crítica, a proposição, a reflexão e possam fazer parte da cultura escolar ao colaborarem com a formação para a cidadania ativa no estabelecimento de ações e de atitudes coletivas na educação, em geral, e na Educação Geográfica, em particular, já que a formação e a educação para a cidadania são pautas essenciais no mundo contemporâneo e, com isso, que as indagações, as reflexões e as defesas propostas nesta tese sejam caminhares que se agreguem/agregarão a outros no intuito de pensar o lugar e a formação cidadã como possibilidades de transformação social (CARVALHO SOBRINHO, 2021).

 

TESE - livre acesso em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/42928

lunes, 4 de julio de 2022

Lecturas compartidas 6

 A professora Adriana Maria Andreis, docente na Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS - Chapecó/SC, envia um comentário sobre um livro que podemos consultar gratuitamente

Com isto estamos a fazer realidade o compromiso da reunião do dia 21 de junho.

miércoles, 29 de junio de 2022

Lecturas compartidas 5

 El compañero Francisco García, desde la Universidad de Sevilla, España, nos presenta una revista que evalúa críticamente la didáctica de las ciencias sociales. Es su aportación a las lecturas compartidas, esperamos que otras personas hagan lo mismo.

https://drive.google.com/file/d/1vaoxZ3g27hycvbxjCOXNgaRV2kTy-U4h/view?usp=sharing